Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
14/08/2017
Ceará Fashion Trade deve girar R$ 2 milhões

Cerca de 70 marcas estão confirmadas no evento, que teve divulgação para clientes do Brasil e do exterior

Cerca de três mil pessoas devem participar do Ceará Fashion Trade - Feira Internacional de Negócios de Moda, que ocorrerá de 16 a 18 de agosto, do Centro de Eventos do Ceará

O potencial da indústria têxtil cearense estará em evidência durante o Ceará Fashion Trade - Feira Internacional de Negócios de Moda, que deve movimentar R$ 2 milhões em negócios fechados e prospectar outros R$ 10 milhões. A feira, que ocorrerá de 16 a 18 deste mês, no Centro de Eventos do Ceará (CEC), reunirá empresas atacadistas e de pronta entrega dos segmentos feminino, masculino, infantil, moda íntima, praia, fitness, jeanswear, calçados e bolsas, acessórios, têxtil e aviamentos, que terão oportunidade de promover suas coleções. A expectativa é que três mil pessoas passem pelo evento.

Compradores de redes de lojas internacionais além de caravanas nacionais, lojas multimarcas, magazines, lojas especializadas e redes atacadistas comparecerão à feira. Também haverá a presença no local de representantes, corretores e compradores autônomos.

O evento é realizado pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), por meio dos sindicatos. De acordo com a presidente do Sindicato das Indústrias de Fiação e Tecelagem em Geral (Sinditêxtil), Kelly Whitehurst de Castro, o evento potencializará e colocará em evidência o Ceará e o Nordeste como um dos principais polos do segmento. Além do Sinditêxtil, atuam também o Sindroupas e o Sindconfecções.

"A região Nordeste tem se destacado nos últimos anos na cadeia produtiva da moda. No Ceará, os segmentos que fazem a moda (têxtil, confecção e calçado) representam 40% da mão de obra da indústria de transformação. Com isso, o Estado cearense é considerado um dos maiores polos têxteis do País e sediar um evento como a Ceará Fashion Trade é proporcionar ainda mais crescimento e visibilidade para a região", afirmou.

Expectativas

O presidente da Associação Comercial da Moda e diretor do Sindiconfecções, Herbert Velho, exaltou o potencial de negócios que deverão ser fechados no evento. "As expectativas com o evento são as maiores possíveis. Existe um objetivo macro dentro da feira, montado dentro do planejamento estratégico da câmara setorial, de retornar o Ceará à segunda posição no ranking de produtores do País, onde esteve no passado. Foi feito trabalho grande de prospecção, com clientes de todo o Brasil e do exterior. São mais de 70 marcas confirmadas", disse.

"Lançaremos a coleção de verão. Teremos desfiles, painéis de apresentação de tendências, palestras. O evento é voltado ao business. Haverá, inclusive, patrocinadores de tecidos, aviamentos, calçados e acessórios, todos com área de exposição. É um evento para toda a cadeia de vestuário", acrescenta Herbert.

Para ampliar as oportunidades comerciais e fomentar a geração de negócios, parcerias institucionais relevantes foram estabelecidas com todos os estados brasileiros junto às respectivas unidades do Sebrae, do CDL, da FCDL e do Sindilojas. Mais de 100 compradores estão sendo patrocinados com passagens e com hospedagens, contando inclusive com compradores internacionais de redes varejistas de grande destaque mundial. Outra novidade para esta edição será o lançamento de um aplicativo que vai possibilitar, de forma individual, o agendamento de reuniões de negócios entre os compradores e os expositores, marcando ainda mais o DNA Business do evento.

Lojistas poderão participar do evento, conferindo as novidades apresentadas, de maneira gratuita. Para ter acesso ao Centro de Eventos, é preciso fazer cadastro com antecedência no site (www.Cearafashiontrade.Com.Br) ou na recepção, no dia da Feira. A solenidade de abertura do evento acontecerá na próxima quarta-feira (16), às 18h, seguida de painel com a empresária Verônica Perdigão, da Santana Textiles e Annette de Castro, CEO da Mallory e líder do Núcleo Mulheres do Brasil em Fortaleza. Ambas participam especialmente do lançamento em Fortaleza da Rede Mulher Empreendedora RME.

Até o mês de abril, o setor têxtil registrava alta de 19,5% na produção física no Estado e 4,2% no País, conforme dados da Fiec e da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit). Nos quatro primeiros meses do ano, foram criados 16.633 novos empregos no setor, crescimento de 1,9% em comparação com igual período de 2016. No Ceará, o avanço foi de 0,5% no número de vagas criadas. A expectativa do empresariado local é que o ano termine com bons resultados.

Serviço

Ceará Fashion Trade
Data: 16 a 18 de agosto
Local: no Centro de Eventos do Ceará (CEC)
www.cearafashiontrade.com.br


Fonte: Diário do Nordeste
 


Últimas Notícias 
17/08/2017
» 12ª Eletrolar Show fomenta bons negócios para o setor de eletros
17/08/2017
» UBM Brazil anuncia novo evento de negócios para o setor industrial
17/08/2017
» Crescimento das lojas de conveniência é o destaque do anuário Sindicom 2017 que será lançado na ExpoPostos & Conveniência
17/08/2017
» Expo ABRH conta com mais de 100 expositores e 50 palestras gratuitas no Conarh 2017
17/08/2017
» Reformulados, Feira e Congresso Pet South America reúnem todo mercado pet e veterinário
mais...
  buscar notícias: