Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil
A mais completa e atualizada
informação sobre o mercado de feiras
 
 
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 
Ministra da agricultura confirmada na abertura do IFC 2021

22/11/2021
Ministra da agricultura confirmada na abertura do IFC 2021

A ministra da Agricultura Tereza Cristina e o secretário nacional de aquicultura e pesca Jorge Seif estão oficialmente confirmados para participar do maior evento da cadeia de pescados do Brasil - o 3º International Fish Congress & Fish Expo que será realizado nos dias 24, 25 e 26 de novembro no Maestra Convention - Recanto Cataratas Thermas e Resort, em Foz do Iguaçu (PR).

A confirmação da presença das autoridades federais na solenidade de abertura foi anunciada hoje pelo presidente do Congresso e ex-ministro da Pesca Altemir Gregolin e pela diretora executiva Eliana Panty.

Gregolin destacou que o governo federal está priorizando o apoio ao setor, prova disso é que a Caixa Econômica Federal abriu uma linha de crédito para o financiamento da aquicultura e pesca, contemplando o financiamento da atividade em águas da União, tanques escavados e energia solar. Tereza Cristina também deverá fazer anúncios de incentivo ao setor aquícola.

A crescente importância que o governo está dando à aquicultura e pesca é visível no pré-congresso sobre políticas públicas que será desenvolvido no dia 24, das 8h30 às 12 horas, reunindo secretarias estaduais de agricultura, aquicultura e pesca, órgãos ambientais, órgãos de assistência técnica e extensão rural, de crédito e de sanidade animal, entidades, empresas e profissionais do setor.

O presidente do IFC 2021 assinala que é essencial definir o papel do Estado e aperfeiçoar as Políticas Públicas para estabelecer as metas, potencialidades e possibilidades da cadeia produtiva de pescados. Realça que o evento de referência da aquicultura e pesca brasileira chega à terceira edição como o maior encontro de pescados, um marco da nova era em que vive a produção brasileira com a abertura de novos mercados e fortes investimentos em expansão da produção.

Programação

No dia 24, às 8h30, o evento será aberto com o painel sobre “O papel do Estado e as políticas públicas necessárias ao desenvolvimento da cadeia produtiva de pescados na próxima década”, tendo como expositores e debatedores Jorge Seif (secretário de Aquicultura e Pesca do Mapa), Eduardo Lobo (presidente da Câmara Setorial de Pescados) e Norberto Ortigara (secretário de Agricultura e Abastecimento do Paraná).

Às 9h10 entra em pauta “Política Tributária: Quais as mudanças necessárias para criar um ambiente de negócios estimulador de investimentos no setor de pescados?” com Luiz Hiloshi Nishimori (deputado federal e presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Pescado), Francisco Medeiros (presidente executivo da Peixe Br) e Jaime Café de Sá (Secretário de Agricultura, Pecuária e Aquicultura de Tocantins).

Em seguida, às 9h50, o tema será “Licenciamento Ambiental: Qual legislação possibilita acelerar o crescimento do setor aquícola brasileiro com sustentabilidade?” a cargo da Secretaria de Meio Ambiente do Paraná e com a participação de Rogério Beretta, superintendente da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar do Mato Grosso do Sul.

O intervalo está programado para as 10h20 e às 10h40 inicia o painel “Crédito: Quais os entraves e as políticas necessárias para melhorar as condições e ampliar o acesso?” com a participação do diretor de crédito e informação da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, Wilson Vaz de Araújo, Banco do Agricultor do Paraná e do presidente executivo da Peixe BR Francisco Medeiros.

Com a contribuição do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), do Instituto BioSistêmico de Piracicaba (SP) e da Cooperativa Copacol será discutida, a partir das 11h10, a questão da “Assistência técnica e extensão rural: novos tempos, novas ferramentas e novos métodos - qual o modelo para apoiar o desenvolvimento da aquicultura brasileira?”

O seminário de políticas públicas será encerrado às 11h50 com a palestra “Sanidade e Biossegurança - O papel dos estados e a experiência do Paraná” proferida pelo coordenador do Programa de Sanidade dos Animais Aquáticos da Adapar, Cláudio César Sobezak.

Cooperação

O tema geral do IFC 2021 - “Das águas à mesa do consumidor: por uma cadeia competitiva, sustentável e focada no mercado global” - oferece uma ideia geral da abrangência do evento.

O 3º International Fish Congress tem a coorganização da Fundação de Apoio ao Ensino, Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação (Fundep) e da Unioeste com patrocínio do Sebrae e apoio da Secretaria Nacional de Aquicultura e Pesca (SAP) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Governo do Estado do Paraná; Associação Brasileira de Reciclagem Animal (Abra), Associação de Produtores de Peixes do Brasil (Peixe BR), Associação das Indústrias de Pesca (Abipesca), Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), Agência de Fomento do Paraná, Sanepar e Copel. O IFC 2021 conta ainda com o apoio da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar) e Sistema Faep/Senar-PR.

www.ifcbrasil.com.br
 
 


Últimas Notícias 
06/12/2021
» CIOSP 2022 movimenta diversos setores da economia
06/12/2021
» MAX terá capacitações on-line gratuitas para o setor audiovisual
06/12/2021
» Franchise4u 2022 já conta com mais de 45 marcas confirmadas
06/12/2021
» Web Fórum SAE Brasil 2021 começa dia 7 de dezembro
06/12/2021
» 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia segue até dia 10
mais...
  buscar notícias: